Como Contabilizar Distribuição De Lucros

By | 19 de agosto de 2013
4 Flares Twitter 0 Facebook 1 LinkedIn 1 Google+ 2 4 Flares ×

Neste artigo, quero apresentar para vocês, os procedimentos contábeis a serem observados na distribuição de lucros, para pessoas físicas ou jurídicas.

A partir de 1996, os lucros pagos por pessoas jurídicas não estão sujeitos à incidência do Imposto de Renda na Fonte nem integram a base de cálculo do Imposto de Renda do beneficiário, pessoa física ou jurídica ( RIR/1999 , art. 654 ).

Como contabilizar distribuição de lucros

A distribuição de lucros tem um tratamento um pouco diferente nas sociedades anônimas e nas empresas limitadas. Vamos mostrar aqui o tratamento nos dois tipos de sociedade.

Sociedades Limitadas

A proposta de destinação de lucro deve está estabelecida no contrato social. O contrato social poderá prever a retenção total ou parcial dos lucros para reforço no capital de giro, constituição de reservas, etc.

Vamos exemplifica uma sociedade empresária limitada que apurou lucro apurado no fechamento do Balanço de R$ 150.000,00 e cujo contrato social preveja distribuição de lucros de 50% (R$ 75.000,00):

D – Lucros Acumulados (Patrimônio Líquido) R$ 150.000,00
C – Lucros a Pagar (Passivo Circulante)               R$ 75.000,00
C – Reserva de Lucros (Patrimônio Líquido)     R$ 75.000,00

Nota: No fechamento do Balanço, a conta “Lucros ou Prejuízos Acumulados” não deve apresentar saldo positivo. Eventual saldo positivo remanescente nesta conta deve ser destinado para “Reserva de Lucros”, nos termos da Lei nº 6.404/1976 , arts. 194 a 197, ou distribuído como dividendo (Instrução CVM nº 469/2008 , art. 5º ).

No momento o pagamento:

D – Lucros a Pagar (Passivo Circulante)
C – Caixa/Bancos (Ativo Circulante – disponibilidades)  R$ 75.000,00

 Sociedades Anônimas

No caso de sociedade anônima, a Lei nº 6.404/76 determina que a administração deve propor, na data do balanço, a destinação do resultado, inclusive dividendos. Assim, a destinação do resultado deverá ser contabilizada na data do balanço, no pressuposto de sua aprovação pela assembléia.

Se a proposta de distribuição de dividendos for de R$ 200.000,00, o valor correspondente deverá ser contabilizado na data do balanço da seguinte forma:

D – Lucros Acumulados (Patrimônio Líquido)
C – Dividendos Propostos (Passivo Circulante)  R$ 200.000,00

Após a aprovação pela Assembléia, os dividendos propostos serão transferidos para a conta de “Dividendos a Pagar”:

D – Dividendos Propostos (Passivo Circulante)
C – Dividendos a Pagar (Passivo Circulante)      R$ 200.000,00

E, quando haver o pagamento aos acionistas:

D – Dividendos a Pagar (Passivo Circulante)
C – Caixa/Bancos (Ativo Circulante – disponibilidades)   R$ 200.000,00

Base Legal:

RIR/1999; Decreto-lei nº 1.790/1980; Decreto-lei nº 2.065/1983; Decreto-lei nº 2.303/1986; Decreto-lei nº 2.397/1987; Instrução CVM nº 469/2008; Lei nº 6.404/1976; Lei nº 8.383/1991; Lei nº 8.541/1992; Lei nº 8.981/1995; Lei nº 9.430/1996; Parecer Normativo CST nº 16/1981

Receba nossos artigos por e-mail clicando aqui.

Se prepare para as provas do CRC com um dos professores mais renomados do mercado acadêmico.

Apostila exame do CRC: Bacharel e Técnico!

Você quer abrir seu Escritório de Contabilidade? Confira aqui e veja como!!!

Marketing Contábil - E-book mostra Estratégias de Marketing para Empresas de Contabilidade.

Aumente a quantidade de clientes do seu escritório. Saiba como aqui!

Curso eSocial Online

Tenha um ótimo dia!

Contador, Consultor contábil, Atua na área contábil desde 2002. Criador do site Como Contabilizar desde julho de 2013.

2 thoughts on “Como Contabilizar Distribuição De Lucros

  1. Barbosa, Manoel Neto

    Devemos entender como saldo positivo(na conta lucros ou prejuízos acumulados)saldo devedor? (prejuízo)

    Reply
    1. Luis Batista Post author

      Prezado Manoel.

      As contas do Patrimônio Líquido têm natureza credora. Dessa forma, a conta de “Lucros ou Prejuízos Acumulados”, quando estiver com saldo credor, significa que é lucro, e quando estiver com saldo devedor, significa que é prejuízo.
      Lembro que esses saldos devem ser transferidos para “Reservas de lucros”, “Prejuízos Acumulados” ou destinados a distribuição de dividendos.

      Um abraço!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *