Como Contabilizar PRÓ LABORE

10 Flares Twitter 1 Facebook 3 LinkedIn 4 Google+ 2 10 Flares ×

O pró labore corresponde à remuneração paga aos sócios, diretores ou administradores pelos seus serviços à empresa.

Nota: Os lucros ou adiantamentos pagos aos sócios não devem ser confundidos com o pró labore. Os lucros são pagos por conta da apuração do resultado no fechamento do Balanço.

O pró labore pode ser classificado como custo ou como despesa. Dependendo se o dirigente pertence à área operacional, ou administrativa.

Os encargos como INSS e FGTS* inerentes à remuneração, também seguem a mesma classificação de custo ou despesa.

Nota: A opção ao pagamento do FGTS é facultativa para o caso de pró labore.

Como contabilizar pró labore?

Vamos considerar como exemplo sócios de uma empresa que recebem cada um uma remuneração de R$ 5.000,00. Os lançamentos contábeis são desta forma:

D – Pro labore (Conta de resultado – Custo ou despesa) R$ 5.000,00
C – INSS a recolher (Passivo circulante – Encargos a recolher) R$ 550,00
C – IRRF a recolher (Passivo circulante – Encargos a recolher) R$ 433,17
C – Pro labore a pagar (Passivo circulante) R$ 4.016,83

Nota: Confira as tabelas atualizadas do INSS e do IRRF.

Contabilização dos encargos:

Sobre o valor do pró labore incide o INSS (parte empresa) e o FGTS, quando se opta pelo recolhimento.

Seguindo o exemplo acima, a contabilização é:

D – FGTS (Conta de resultado – custo ou despesa) R$ 400,00
C – FGTS a recolher (Passivo circulante – Encargos a recolher) R$ 400,00
D – INSS (Conta de resultado – custo ou despesa) R$ 1.000,00
C – INSS a recolher (Passivo circulante – Encargos a recolher) R$ 1.000,00

Base Legal:

RIR/1999; Decreto-lei nº 2.341/1987; Lei nº 8.036/1990; Lei nº 9.430/1996

Receba nossos artigos por e-mail clicando aqui.

Se prepare para as provas do CRC com um dos professores mais renomados do mercado acadêmico.

Apostila exame do CRC: Bacharel e Técnico!

Você quer abrir seu Escritório de Contabilidade? Confira aqui e veja como!!!

Marketing Contábil – E-book mostra Estratégias de Marketing para Empresas de Contabilidade.

Aumente a quantidade de clientes do seu escritório. Saiba como aqui!

Curso eSocial Online

Tenha um ótimo dia!

Contador, Consultor Contábil, Fiscal e Financeiro, Auditor. Atua na área contábil desde 2002. Criador do site Como Contabilizar desde julho de 2013.

3 Comentários

  1. Diego

    Luis Batista, no momento em que você calcula o INSS (11%) sobre $5.000,00 o resulto será de $550,00. Porém, o certo de acordo com a tabela não é fazer o calculo sobre o teto do INSS, que seria $4.390,24? Sendo assim, o INSS seria R$ 482,93. Consequentemente, o IR teria uma base de cálculo diferente, sendo assim o resultado do IR = $416,05.

    Se eu estiver errado, peço desculpa e também lhe peço explicação.

    • Prezado Diego,

      Você está certíssimo.

      Para efeito didático, não considerei essa condição.

      Um abraço!

  2. Caio Rezende Jardecino

    Site muito bom !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *