Como Contabilizar Capital Social Na Abertura Da Empresa

By | 23 de agosto de 2013
6 Flares Twitter 1 Facebook 3 LinkedIn 2 Google+ 0 6 Flares ×

Neste artigo, falarei sobre a contabilização de constituição de uma empresa, e mostrarei exemplos dos lançamentos contábeis da subscrição e da integralização do seu capital social.

Na constituição de uma empresa, deve ser feito o lançamento da subscrição do capital, para em seguida efetuar o lançamento da integralização do capital.

Há alguns contadores que, na ocorrência de subscrição e integralização simultâneas, suprimem o lançamento da subscrição de capital. Esse procedimento não é recomendável porque a falta do registro da subscrição do capital a integralizar omite um fato importante: a obrigação do sócio de integralizar o valor acertado em contrato.

Mostraremos seguir a forma de contabilização desses eventos.

Contabilização do capital social na abertura da empresa

Admitamos a constituição de uma determinada empresa com os seguintes dados:
a) data de constituição da empresa: 10.01.20XX;
b) capital social de R$ 100.000,00, dividido em 100.000 cotas no valor de R$ 1,00 cada uma;
c) participação na empresa dos sócios “A” e “B”, cada um com 50% do capital social, da seguinte forma:
c.1) sócio “A”: subscrição e integralização, no ato da constituição da sociedade, em moeda corrente do País, de sua parte, no valor de R$ 50.000,00;
c.2) sócio “B”: subscrição , no ato da constituição da sociedade, em moeda corrente do País, de sua parte, no valor de R$ 10.000,00, e integralização do restante após 120 dias da assinatura do contrato;

Contabilização da subscrição do capital

Capital subscrito é o valor total do compromisso de contribuição firmado pelos sócios (em dinheiro ou em bens), por meio de contrato social, na formação do capital da empresa.

D – Capital Social a Integralizar (Patrimônio Líquido) R$ 50.000,00
D – Capital Social a Integralizar (Patrimônio Líquido) R$ 50.000,00
C – Capital Social Subscrito (Patrimônio Líquido) R$ 100.000,00

Nota: Dois lançamentos na conta de “Capital a Integralizar” referente ao compromisso firmado pelos dois sócios.

Contabilização da integralização do capital

Capital integralizado é a parte ou o total do capital subscrito, já recebido pela sociedade.

D – Bancos (Ativo Circulante – disponibilidades) R$ 50.000,00
D – Bancos (Ativo Circulante – disponibilidades) R$ 10.000,00
C – Capital Social a Integralizar (Patrimônio Líquido) R$ 50.000,00
C – Capital Social a Integralizar (Patrimônio Líquido) R$ 10.000,00

Nota: Integralização total por parte do sócio A, e integralização, por parte do sócio B, da parte firmada em contrato no ato da assinatura do contrato.

Após os 120 dias da assinatura do contrato, o sócio B deve integralizar o restante do capital social. Segue a contabilização:

D – Bancos (Ativo Circulante – disponibilidades) R$ 40.000,00
C – Capital Social a Integralizar (Patrimônio Líquido) R$ 40.000,00

Um abraço a todos.

Receba nossos artigos por e-mail clicando aqui.

Se prepare para as provas do CRC com um dos professores mais renomados do mercado acadêmico.

Apostila exame do CRC: Bacharel e Técnico!

Você quer abrir seu Escritório de Contabilidade? Confira aqui e veja como!!!

Marketing Contábil - E-book mostra Estratégias de Marketing para Empresas de Contabilidade.

Aumente a quantidade de clientes do seu escritório. Saiba como aqui!

Curso eSocial Online

Tenha um ótimo dia!

Contador, Consultor contábil, Atua na área contábil desde 2002. Criador do site Como Contabilizar desde julho de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *