Como Contabilizar Gorjetas

Este é um artigo rápido, onde vou mostrar como contabilizar gorjetas. Gorjetas, ao contrário do que muitos pensam, não são apenas para garçons.

Elas são pequenas gratificações que as empresas dão a coletores da limpeza pública (garis), carteiros, entregadores de jornais e revistas, flanelinhas, lavadores de carros, entre outros.

Apesar de saber que na prática, esse procedimento é muito raro, recomendo que a empresa emita um recibo simplificado, no qual deve ser assinado pelo recebedor da gorjeta onde devem constar seu nome e o número de um documento (CPF ou RG), como forma de proporcionar a identificação do beneficiário e o valor pago. Ressalto que é apenas um recibo simples apenas para registro contábil, não devendo incidir IR e INSS.

Como contabilizar gorjetas

Vamos admitir que determinada empresa dê uma gratificação de R$ 50,00 ao carteiro João da Silva, e que tenha adotado a sugestão de fazer um recibo simples, o qual estará devidamente assinado pelo beneficiário.

Nesse caso, a contabilização da gratificação paga ao carteiro será feita da seguinte maneira:

D – Gorjetas e Gratificações de Fim de Ano (Conta de Resultado – Despesas operacionais) R$ 50,00
C – Caixa (Ativo Circulante – Disponibilidades) R$ 50,00

Base Legal

  • RIR/1999
  • Instrução Normativa SRF nº 11/1996
  • Lei nº 9.249/1995

 

Gostou do artigo? Então comenta e compartilha. Tenha um ótimo dia.

Se prepare para as provas do CRC com um dos professores mais renomados do mercado acadêmico. Apostila para o exame do CRC

Treinamento Exclusivo Para Te Ajudar a Passar No Exame do CRC >>Confira Aqui<<

Atualize-se fazendo cursos online na área contábil. >>Veja aqui<<

Você gostaria de abrir seu Escritório de Contabilidade? Confira aqui e veja como!!!

Leia também

Sobre Luis Batista 104 Artigos
Contador, Consultor Contábil, Fiscal e Financeiro, Auditor. Atua na área contábil desde 2002. Criador do site Como Contabilizar desde julho de 2013.

Seja o primeiro a comentar

Comente, pergunte, tire sua dúvida aqui!